MENU

Assoeva e Pato se enfrentam hoje no Poli pela Liga

Festa das Orqudeas ocorre em dezembro

PROTESTOS Crédito: Eduardo Wachholtz / RVA

Protestos e cancelamento de aulas marcam dia nacional de mobilizao da educao em Venncio Aires e regio

Trs escolas de Venncio Aires interrompem atividades educacionais

  • Protestos e cancelamento de aulas marcam dia nacional de mobilizao da educao em Venncio Aires e regio
    Foto: Eduardo Wachholtz / RVA

Cidades brasileiras têm protestos, nesta quarta-feira, contra o bloqueio de recursos para a educação. Venâncio Aires e região também participam com protestos e cancelamento de aulas. IFSUL e CAJ cancelaram as atividades desde a manhã e Monte encerra as atividades às 15h. Na região, a Alexandrino de Alencar, de Passo de Sobrado, e a Curupaiti, de Vale Verde, não contam com atividades.

Em Venâncio Aires se destacou o ato de protesto realizado pelo Instituto Federal em frente a Igreja Católica, que contou com falas de professores e tearo. Aluno do campus, Jeferson Ribeiro, em entrevista à rádio Venâncio Aires, frisou a importância dos movimentos: "Entendemos de grande valia expressar o nosso sentimento e o que pensamos dessa medida do governo. [...] Não é um protesto contra o governo do presidente Bolsonaro, é contra essa medida. Querendo ou não, isso já vem desde o governo anterior.”

Ao longo da programação, ocorreram falas sobre os cortes, apresentação de teatro e espaço para perguntas. "Importante a gente, como servidor público, se manifestar nesse momento, em função da dificuldade que poderá se ter nos próximos meses para o próprio funcionamento da insituição", destacou Professor do Instituto Federal Valmor Frantz.

 

MOTIVAÇÃO

As manifestações são ligadas a movimentos das mais variadas classes. Elas são por conta de um decreto de programação orçamentária que estabelecia o contingenciamento de R$ 5,7 bilhões. Além disso, no mês de abril, o governo anunciou bloqueio 30% do orçamento para manutenção de institutos federais e universidade públicas.

 

Tags: